Já tínhamos ouvido várias coisas sobre Londres. Amigos que foram e que ao dar de cara com a London Eye se emocionaram, outros acharam que a cidade ultrapassou qualquer expectativa, ou ainda, que a cidade é incrível mas que os ingleses são um tanto arrogantes… Nós estávamos ansiosos por Londres mas confesso que não estávamos muito ligados no que a cidade tinha pra oferecer e sim em QUEM encontraríamos nela depois de quase dois anos sem ver! Era muita novidade, muito assunto pra botar em dia, mas primeiro a gente correu um em encontro ao outro e sem saber muito o que dizer logo de cara, a gente riu junto enquanto curtia um abraço demoraaaaaado: A Kéu e o Bob foram até Londres e a partir dalí seguiram o mochilão junto com a gente! Nós sonhamos com o mochilão por muito tempo, mas em nenhum momento nem passava pela nossa cabeça que ganharíamos um presente desses da vida: de poder curtir esse sonho ao lado de amigos tão queridos ❤ Então pra falar bem a verdade, nós nem paramos para processar naqueles 4 dias o que estávamos achando de Londres. Agora com mais calma que a gente consegue tirar nossas conclusões e formar uma opinião… Londres é brega. Mas não nos leve tão a sério, brega não pelo sentido feio que inventamos pra essa palavra, mas sim pelo significado que acabamos de desenhar pra ela: Pensa em algo que não é totalmente antiquado para ser vintage, ou então, que não é completamente novo para ser moderno. É bem uma mistura das duas coisas. Mas ainda mais brega hoje em dia é nós dizermos que adoramos todas as ruas que passamos por causa da companhia que estava ao nosso lado, mas aí não importa, pode pensar que é breguice mesmo – porque quando acompanhada dela vem tanta felicidade – ser brega sempre será nossa opção! Voltando lá no nosso primeiro parágrafo, ao nos deparar com a London Eye não sentimos nada. Já quando de longe enxergamos a Tower Bridge, temos que admitir que a garganta engasgou, o olho marejou e o queixo caiu…

Deixe uma resposta

Fechar Menu