Experiências das quais enfrentamos ao longo do nossos dias nos fazem ser do jeitinho que somos. Talvez precisaríamos revivê-las diariamente para então sabermos quem somos, caso não fossem pelas nossas memórias que armazenam quase tudo, como um grande arquivo detalhado. Simplifico na minha imaginação como se fosse um desenho animado: informações teóricas na nossa cabeça e sentimentais no nosso coração. Resultando na nossa personalidade e a forma como enxergamos e nos comportamos diante a vida.

Por sermos cada um seres únicos, sabe-se que uma das coisas mais difíceis da vida é a boa convivência entre os parceiros, sendo assim, porque raios as pessoas decidem se casar? Acredito sim que a vida de solteiro é legal, sem extress e nem maiores complicações… Mas mesmo apesar de todo o trabalho que nos dá, nada se compara a uma vida a dois, a arte de construir uma família juntos e fortalecer cada dia mais os laços mesmo apesar de alguns dias difíceis no meio do caminho.

Não existe resposta certa e errada, tá? Gostaria de saber de vocês, o que vocês acreditam que é capaz de fortalecer os laços entre um casal?

Vou compartilhar com vocês a minha resposta para essa pergunta, depois de precisar processá-la por alguns dias:
Experiências das quais enfrentamos ao longo do nossos dias compartilhados nos fazem ser do jeitinho que somos como casal. Talvez precisaríamos revivê-las diariamente para então sabermos o porque amamos nosso parceiro, caso não fossem pelas nossas memórias que armazenam quase tudo, como um grande arquivo detalhado.De novo, como se fosse um desenho animado simplifico: informações teóricas na nossa cabeça e sentimentais no nosso coração. 

Resultando na forma como amamos um ao outro e a decisão de ficar, mesmo apesar de dias difíceis. A convivência de um casal é um compartilhamento extraordinário de experiências e sentimentos 24horas por dia! Agora multiplica isso por uma vida toda, aí chegamos mais perto de conseguir dimensionar o propósito do Vandré nesse dia, em que ele com as pernas, braços bambos e a voz trêmula, decidiu fazer uma das perguntas mais importantes na vida dos dois, ao qual – entre sorrisos, lágrimas de alegria e muito carinho – eles comemoraram após um “SIM, é claro que eu aceito!”!  



Deixe uma resposta

Fechar Menu